40479087 1730133723761961 6007738736828219392 oA Prefeitura Municipal de Esperança realizou hoje (dia 30/08) o 1º Fórum Comunitário do Selo UNICEF edição 2017-2020. O evento aconteceu no auditório do Centro Administrativo da Prefeitura de Esperança e contou com a presença do prefeito Nobinho Almeida, da secretária de Ação Social, Taiana Grangeiro, do Secretário de Educação, Michael Lopes, e da secretária de saúde, Ana Lígia. Além desses, outros secretários e adjuntos estiveram presentes como também representante da polícia militar, de programas sociais, educacionais e da saúde e da sociedade civil. Foram apresentados a todos os presentes os adolescentes do NUCA (Núcleo de Cidadania dos adolescentes) e a Comissão Intersetorial. O Padre João Paulo participou da mesa de honra junto às outras autoridades e conduziu uma oração abençoado os trabalhos do evento. Mais de 100 pessoas estiveram participando do fórum, focadas nas orientações abordadas pelo articulador do selo UNICEF - André Oliveira - acerca dos indicadores da linha de base que norteariam os grupos de trabalho. Também teve espaço para apresentações culturais. O SCFV (Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos) e as alunas do EMEF Olímpia Souto apresentaram danças populares e folclóricas. Depois da explicitação sobre o Selo Unicef e dos indicadores, o articulador encaminhou os presentes para a formação dos grupos de trabalhos. A manhã terminou com as falas dos facilitadores de cada grupo de trabalho seguindo o modelo proposto pelo próprio Selo UNICEF. "O Selo UNICEF proporciona as pessoas uma reflexão acerca dos desafios reais de cada município com a finalidade de melhorar a qualidade de vida de crianças e adolescentes através de políticas públicas discutidas em espaços de escuta em que a sociedade como um todo possa colaborar na proposição e também na efetuação de ações eficazes na área da educação, da saúde e da ação social", destacou André Oliveira, articulador do Selo Unicef em Esperança. Na parte da tarde, reuniram-se os membros da Comissão Intersetorial dos Direitos da Criança e Adolescentes para analisarem as propostas apresentadas pelos participantes tanto da zona urbana quanto da zona rural.

 {gallery}2018/FORUM_SELOUNICEF/{gallery}